Notícias de Caçador e Região

Primeira aplicação de vacina contra Covid no Brasil completa dois anos

Há exatos dois anos, a primeira brasileira era vacinada contra a Covid-19. A enfermeira Mônica Calazans, que atuava na linha de frente do combate à doença, foi imunizada com a Coronavac, primeira vacina com uso emergencial aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O imunizante foi desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Atualmente, a Coronavac é utilizada principalmente para a vacinação de crianças de 3 a 11 anos no país.

O ex-governador de São Paulo João Doria usou as redes sociais para relembrar a ocasião. “Foi um momento de esperança. Muitas vidas foram salvas. E ninguém virou jacaré!”, escreveu o político.

A primeira

Moradora de Itaquera, na zona Leste da capital Paulista, Mônica trabalhava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto Emílio Ribas e foi imunizada minutos após a aprovação da Anvisa. A enfermeira chegou a se filiar ao PSDB, antigo partido de Doria, e disputar uma vaga nas Eleições Gerais de 2022 para deputada federal, mas não foi eleita.

À época, o Brasil já tinha perdido 209 vidas para a Covid-19, com mais de 8 milhões de casos confirmados da doença. Depois que a campanha de vacinação teve início, os casos graves e mortes desaceleraram. Atualmente, já são mais de 36 milhões de casos e 695 mil mortes.

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.