Notícias de Caçador e Região

Preço da gasolina comum em SC cai pela 2ª semana, mas é R$ 0,17 mais cara que a média nacional

Pela segunda semana consecutiva o preço médio do litro da gasolina comum registrou queda em Santa Catarina. Entre os dias 15 a 21, o litro custou em média R$ 5,15, o menor do ano. Apesar disso, o valor ainda é maior que a média nacional, onde o custo médio do litro é de R$ 4,98. O estado ocupa a 7ª colocação entre os estados com o valor médio mais alto do combustível.

Os dados constam em levantamento semanal realizado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) e divulgados na segunda-feira (23). Para a média de Santa Catariana foram consultados os preços de 188 postos de combustíveis.

No último levantamento, em comparação com a pesquisa realizada na semana anterior, houve uma redução de 0,04 centavos no preço médio do litro da gasolina comum no estado. Já no comparativo com o preço médio praticado na primeira semana do ano, a redução foi de 0,09 centavos.

Preços médio do litro de gasolina comum em Santa Catarina nas últimas três semanas:

1ª semana (01 a 07 de janeiro) – preço médio era de R$ 5,24;

2ª semana (08 a 14 de janeiro) – preço médio do litro era de R$ 5,19;

3ª semana (15 a 21 de janeiro) – preço médio ficou em R$ 5,15.

Menor preço médio entre as cidades de SC

Entre as cidades de Santa Catarina, o preço médio mais baixo do combustível foi de R$ 4,89, as médias foram registradas em Chapecó e Criciúma. Nos dois municípios, o litro do combustível é 0,26 centavos mais barato que a média estadual.

Já o preço médio mais alto entre os municípios foi de R$ 5,38 – registrados em Biguaçu e São José, na Grande Florianópolis. O preço é 0,23 mais caro que a média estadual.

Gasolina de SC mais cara que a média nacional

A gasolina comum em Santa Catarina tem ficado com uma diferença de preço, gradativamente, maior que a média nacional. Desde a primeira semana de janeiro o preço médio do combustível catarinense é maior que a média nacional. Contudo, nesta última semana a diferença ficou mais expressiva.

Entre 1 a 7 de janeiro, o preço médio do combustível catarinense era 0,12 centavos mais caro que a média nacional. Na segunda semana de janeiro a diferença entre as médias nacional e estadual era de 0,15 centavos. Já no último levantamento, a diferença foi de 0,17 centavos.

Entre os estados brasileiros, Santa Catarina aparece na sétima posição com o preço médio mais alto. No topo da lista aparece o estado do Ceará, onde o litro custa em média R$ 5,52.

Na sequência aparecem: Bahia (R$ 5,45); Roraima (R$ 5,45); Acre (R$ 5,26); Rio Grande do Norte (R$ 5,17); Tocantins (R$ 5,17) e Santa Catarina (R$ 5,15).

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.