Notícias de Caçador e Região

Pré-candidatura de Reno implode o PP de Caçador

Eleições 2016

A pré-candidatura implícita de Reno Caramori, ex-deputado e, agora, assessor parlamentar de Gelson Merísio, praticamente implodiu a base do PP em Caçador. São alguns fatores relevantes, mas o principal é que Reno não combinou com o pessoal daqui que colocaria o seu nome à disposição.

E mais: já fez um bom tempo que o PP de Caçador está indignado com Reno. Na verdade, desde que ele, grande liderança do PP, assumiu um cargo junto a um deputado do PSD. Isso foi considerada, de acordo com as Fontes do Além, uma grande traição ao trabalho desenvolvido aqui em Caçador.

Estas mesmas Fontes afirmaram que os pepistas cansaram de sempre o mesmo Reno dar as cartas sem consultar ninguém. Para dar o troco, simplesmente o partido não o quer como candidato.

Nas internas, existem algumas alternativas, mas parece que a de ser vice de Saulo Sperotto, como havia se cogitado, está cada vez mais longe. O próprio Saulo teria afirmado que seu vice seria Rubiano Schmitz.

Jogado para escanteio e com Reno garantindo candidatura sem consultar ninguém, o PP pode trazer novidades.

Uma delas, como já foi adiantada aqui nesta coluna, é a da possibilidade da filiação do empresário Jovelci Gomes para concorrer ao cargo de prefeito. Jovelci teria a aprovação do deputado Esperidião Amim e o aval da cúpula caçadorense.

Masss, como estamos falando de política, amanhã tudo isso pode mudar. Ou não…

candidato pc do bPré-candidato

O PC do B, que até pouco tempo ocupou bom cargo dentro da administração de Beto Comazzetto, resolveu arregaçar as mangas e lançar pré-candidato a prefeito. O nome, entretanto, não foi divulgado.

Boato

Nesta quinta-feira, 10, correu um boato de que o ex-prefeito Saulo Sperotto havia sido condenado em outro processo, o de um muro pago e não construído. Mas, de acordo com o advogado de Sperotto, Claudio Fávero Junior, a informação não procede.

dominguinhosDe volta

Suplente de vereador, Dominguinhos, retornou à Câmara nesta semana. Vai ficar 30 dias no lugar de Carlos Evandro Luz, que pediu licença. Antes de Dominguinhos, estavam Alcedir Ferlin, o Lilo, que atualmente é presidente do IPASC e abriu mão do cargo e o popular Kuko, que também preferiu não assumir a vaga.

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.