Notícias de Caçador e Região

Polícia descobre que idoso encontrado morto foi vítima de crime em Canoinhas

Em Canoinhas, no Planalto Norte de Santa Catarina, a polícia descobriu que um idoso de 65 anos encontrado morto na rua foi vítima de latrocínio. Ademir Navalski foi assassinado com uma pedrada em 29 de dezembro e o suspeito do crime foi preso no último sábado (7).

Quando o corpo de Ademir foi encontrado, perto do portão dos fundos do Estádio Ditão, havia a hipótese de que ele houvesse morrido de morte acidental, após ter um mal súbito, cair e bater a cabeça, por exemplo. Contudo, a morte se tornou caso de polícia após o exame cadavérico.

“O exame trouxe diversas lesões na vítima, inclusive na região da cabeça, demonstrando ação humana por instrumento contundente, razão pela qual começamos a trabalhar com hipótese de homicídio ou latrocínio”, explica o delegado Darci Nadal Junior, responsável pela investigação.

Com base na análise de imagens de câmeras de monitoramento, a Polícia Civil verificou que a vítima chegou ao local com o suspeito do crime e identificou o objeto utilizado para matar o idoso.

“Conseguimos identificar que o objeto utilizado na prática criminosa era uma pedra, uma vez que o autor muda de local a pedra após utilizá-la para matar a vítima”, diz o delegado.

Segundo Nadal, o suspeito, que era inclusive amigo da vítima, roubou um par de sapatos, uma carteira com documentos e dinheiro, um relógio e um colar. Ele foi preso no sábado (7), no bairro Campo D’Água Verde, e encaminhado à unidade prisional do município.

Ademir, mais conhecido como Dime, foi sepultado no dia 30 de dezembro, no Cemitério de Felipe Schmidt.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.