Notícias de Caçador e Região

Polícia Civil investiga possível ‘queima de arquivo’ em execução de paranaense, em Balneário Camboriú

A DIC (Divisão de Investigação Criminal) da Polícia Civil de Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, instaurou um inquérito policial para investigar a morte de um homem, de 27 anos, na manhã deste domingo (15), no Centro da cidade. Os policiais trabalham com a hipótese de “queima de arquivo”.

O delegado responsável pelo caso já ouviu a mulher da vítima e um casal de amigos dos dois que presenciaram o crime. Eles contaram que chegavam de uma festa, quando um veículo branco se aproximou e dois homens desceram encapuzados atirando contra o motorista.

A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital Ruth Cardoso. A Polícia Civil encontrou o carro usado no crime na manhã deste domingo no bairro Tabuleiro. O veículo estava com placas falsas.

A vítima, natural do Paraná, tem registros policiais por tráfico de drogas o que, para a polícia, poderia ter sido a motivação da execução.

Execução a sangue frio

Por volta das 7h deste domingo um homem, de 27 anos, foi morto a tiros dentro de um carro, no Centro de Balneário Camboriú. Ele foi socorrido por médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu após dar entrada no Hospital Ruth Cardoso.

O fato aconteceu na rua 1.822, no Centro da cidade. De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que o homem estava voltando de uma festa, quando parou o carro na frente do portão de casa.

Imagens de uma câmera de segurança mostram um Chevrolet Prisma branco, que passava pela rua, parando no meio da via e dois homens encapuzados saem do veículo. Eles foram até a janela do motorista e realizaram vários disparos de arma de fogo.

Em seguida, os homens voltaram correndo para o carro e deixaram o local. De acordo com a Polícia Militar, a vítima do homicídio é natural do estado do Paraná e estava apenas de passagem pelo litoral catarinense.

De acordo com a polícia, a vítima possui antecedentes criminais. Informações preliminares indicam que o crime poderia ser um acerto de contas.

 

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.