Notícias de Caçador e Região

PM ensina técnicas de uso da tonfa no Tiro de Guerra de Caçador

A Polícia Militar de Caçador repassou técnicas sobre o uso da tonfa para os atiradores do Tiro de Guerra 05-006 na manhã desta sexta-feira, 11. A tonfa foi utilizada para defesa pessoal, haja vista que os atiradores executam o serviço de guarda e sentinela utilizando o objeto.

pm no tg

pm no tg

pm no tg

A instrução foi um pedido do subtenente Sandro Marcos Jacyntho. Os instrutores Cabo André Luiz Fracrari Kindermann e Marco Aurélio Gambarazi repassaram algumas técnicas do uso do bastão tipo Tonfa, tipos de empunhadura, guarda, ataque, defesa, manuseio e imobilização com o uso da tonfa.

pm no tg

pm no tg

pm no tg

HISTÓRICO DO BASTÃO TONFA

O bastão Tonfa ou Kwai, como também era conhecido, teve sua origem na China Antiga, porém o termo “ Tonfa” (tuifa ou tunfa) surgiu no Japão, sendo mais tarde difundido e consagrado mundialmente até os dias atuais. Na antiguidade era um instrumento construído pelos camponeses podendo ser de bambu ou de madeira, e planejado de acordo com o peso e estatura do usuário, com a finalidade de ser utilizado na agricultura como ferramenta para descascar cereais e fixar objetos, além da sua utilização como arma de defesa e ataque. Ao longo dos tempos, o bastão tonfa passou a ser fabricado de várias formas, tamanhos e materiais. Quanto à forma, pode ser circular, retangular, ovalado e chanfrado, seu tamanho classificado como pequeno (30cm), médio (40cm) e grande (60cm), podendo ser confeccionado em madeira, alumínio ou fibra plástica (polipropileno). Atualmente, com a evolução do treinamento de defesa pessoal dos policiais em geral, em face da crescente violência dos marginais, várias organizações especializadas em segurança, públicas ou privadas, civis ou militares, adotaram o uso do bastão tonfa.

DESCRIÇÃO DO BASTÃO TONFA UTILIZADO NA PMSC

Especificações técnicas
a) material: fibra plástica (polipropileno);
b) comprimento: 58 cm;
c) diâmetro: 3 cm;
d) peso: 250 g.

Especificações das partes
a) Parte maior – é aquela formada pelas pontas longa e curta do bastão;
b) Parte menor – é aquela que forma um ângulo de 90 graus em relação à parte maior, por onde se empunha o bastão. Sendo torneada e anatômica permite a realização de movimentos de giros em várias direções;
c) Parte forte – é a junção da parte maior com a parte menor.

 

 

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.