Notícias de Caçador e Região

PL só pagará salário a Bolsonaro se ele voltar ao Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não receberá o salário prometido pelo partido presidido por Valdemar Costa Neto enquanto não retornar ao País. A informação é do jornal O Globo.

O ex-capitão viajou, sem data de retorno, aos Estados Unidos ainda antes da posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo aliados, Bolsonaro deverá permanecer na Flórida por três meses.

Além do salário do ex-presidente, Michele Bolsonaro também não terá direito aos pagamentos repassados pelo partido enquanto estiver acompanhando o marido.

A decisão de não realizar os pagamentos, segundo o jornal, foi tomada por Valdemar, após ser cobrado por membros da sigla sobre a condição de Bolsonaro.

O montante acertado entre o PL e o ex-capitão é de cerca de R$ 39 mil, valor equivalente ao teto constitucional do poder público.

Apesar do acordo, o pagamento do salário do ex-presidente ainda depende de autorização do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes.

Isso porque as verbas partidárias do PL estão suspensas por decisão judicial para garantir o pagamento de multa no valor de R$ 22 milhões imposta pela Corte Eleitoral, após tentativa da sigla de anular o segundo turno das eleições sem indícios materiais de fraude.

Com informações Carta Capital

Veja Também

Comentários estão fechados.