Notícias de Caçador e Região

Pesquisa da UNIARP aponta elevação no custo da cesta básica de Caçador e de Fraiburgo

A pesquisa contínua realizada pela Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), sob a supervisão do professor Leandro Hupalo, torna público o custo dos alimentos essenciais entre os meses de janeiro e julho de 2021 nos municípios de Caçador e Fraiburgo. Os dados levantados até o momento evidenciam que, em Caçador, houve uma variação média do valor da cesta básica de 14,35%. Já em Fraiburgo, a variação foi de 3,62% no período citado.

Para o mês de julho, o custo da cesta básica foi de R$ 440,41 para Caçador e de R$ 419,79 para Fraiburgo. Em ambos os municípios houve um aumento percentual em relação ao mês anterior.

Em Caçador, a carne bovina (46,64%) foi o item que apresentou a maior parcela do valor médio da cesta básica para o período analisado, seguido do pão francês (10,88%) e do tomate (9,54%). Já os itens que menos impactaram no valor médio da cesta básica para o mesmo período foram a farinha de trigo (1,25%), óleo de soja (1,68%) e manteiga (1,90%).

Igualmente, em Fraiburgo a carne bovina (45,07%) também foi o item que apresentou a maior parcela do custo médio da cesta básica para o período analisado, seguido do pão francês (11,78%) e do tomate (9,57%). Já os itens que menos impactaram no custo médio da cesta básica para o mesmo período foram a farinha de trigo (1,21%), manteiga (1,64%) e óleo de soja (1,90%), mantendo a mesma tendência do mês anterior.

Considerando o valor do salário mínimo em vigência de R$ 1.100,00, pode-se afirmar que em Caçador o custo da cesta básica comprometeu 40,04% do mesmo no mês de julho, sendo necessárias 88,09 horas de trabalho. Já em Fraiburgo os gastos com a cesta básica representaram 38,16% do salário mínimo para o mesmo período, necessitando de 83,96 horas trabalhadas.

A pesquisa do preço da cesta básica realizada pela UNIARP, adota metodologia similar à Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE que, desde 2016, é aplicada nas 27 capitais do país, com algumas adaptações para os municípios integrantes desta pesquisa.

O estudo da UNIARP, é realizada com financiamento do Fundo de Apoio à Pesquisa (FAP) e do Programa de Apoio à Extensão e Cultura (PAEC), sendo mantidos oito acadêmicos bolsistas.

 

Veja Também

Comentários estão fechados.