Notícias de Caçador e Região

‘Penso na família da Flávia’, diz acusada de matar grávida em Canelinha

Rozalba Maria Grime, acusada de matar uma jovem grávida Flávia Godinho Mafra para poder ficar com o bebê dela, no município de Canelinha, escreveu uma nova carta endereçada a advogada Bruna dos Anjos, que atua na defesa da ré.

No documento, Rozalba diz estar arrependida e que precisa do perdão da família da vítima.

“Penso muito na família da Flávia, se algum dia eles vão me perdoar, sei que nada que eu falar vai tirar a dor e a falta que ela faz, mas eu preciso muito do perdão deles porque isso é algo que me atormenta”, escreveu Rozalba.

A acusada segue a carta falando que não sabe como foi capaz de cometer um crime tão bárbaro. “Hoje eu paro e penso como fiz aquilo e choro muito. Me arrependo e não me perdoo todos os dias. Não sei como fiz pois eu sempre fui uma boa pessoa, agradava todo mundo”, escreveu.

Rozalba completa o documento falando que esta atormentada. “Parece que ouço vozes me condenando e me lembrando de cada segundo, minha cabeça chega a tontear, em colocar um ponto final nisso tudo. Será melhor para todos, para a família da Flávia e para a minha”, diz.

A acusada de matar a jovem e tentar roubar o bebê, reconhece o sofrimento que tem causado à própria família. “Por minha culpa estão sofrendo preconceitos e humilhação, por algo que eu cometi sozinha, por isso me culpo e quero acabar para esquecer tudo isso”, escreveu.

Rozalba conclui falando que esta recebendo acompanhamento psiquiátrico na prisão e que esta medicada para conseguir dormir.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.