Notícias de Caçador e Região

ORÇAMENTO: Caçador deverá arrecadar cerca de R$ 314 milhões em 2022

A previsão orçamentária de Caçador para o ano de 2022 foi apresentada na noite desta terça-feira (30), em audiência pública na Câmara de Vereadores. Segundo dados da equipe contábil da prefeitura, o Município deverá contar com uma receita estimada de R$ 314,6 milhões, divididos em todas as áreas.

Os maiores montantes continuam para a educação e saúde, com investimentos de R$ 87,9 milhões e R$ 53,7 milhões, respectivamente. Para a secretaria de Infraestrutura estão previstos outros R$ 24 milhões.

 Na Divisão Segurança Pública os investimentos devem chegar na casa dos R$ 7,3 milhões e na Agricultura e Meio Ambiente R$ 11,8 milhões. Assistência social deverá ser contemplada com R$ 7,9 milhões do orçamento.

Na secretaria de Cultura, Esporte e Turismo a Administração Municipal pretende aplicar 3,5 milhões, valor parecido com o orçamento para a secretaria de Desenvolvimento Econômico. Já a secretaria de Administração deverá ser contemplada com R$ 9,9 milhões o IPPUC com R$ 2,9 milhões.

Além desses, há previsão de repasses ao IPASC (na ordem de R$ 41,7 milhões), à Câmara Municipal, para pagamentos de juros e encargos, e a outros setores importantes da administração que atingem o valor global do orçamento.

A audiência foi presidida pelo vereador Leandro Sawchuk, presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Contas do Município, acompanhada pelo relator Almir Dias e membro Marcio Farrapo. A apresentação ficou a cargo do secretário municipal da Fazenda, Osório Timermann e dos contadores da prefeitura Claudete Leidens, Sergio Inhaia e Rafael Guilardi.

Vale ressaltar que o Projeto de Lei referente a LOA 2019 deverá ir à votação em plenário na sessão do dia 15 de dezembro de dezembro. Com isso, as entidades interessadas em apresentar sugestões ou emendas poderão protocolá-las na Câmara até dia 30 de novembro para que sejam analisadas.

Além der servidores municipais, também prestigiaram a audiência os vereadores Fabiano Dobner, Jean Carlo Ribeiro, Lidiane Cattani, Johny Marcos, Ricardo Barbosa, Alcedir Ferlin e o presidente Moacir D’Agostini.

Veja Também

Comentários estão fechados.