Operação prende suspeitos de fraudes em vendas virtuais em SC

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpre nesta quarta-feira (26) sete mandados de prisão preventiva, nove de prisão temporária, três conduções coercitivas e 20 mandados de busca e apreensão em Blumenau, no Vale do Itajaí, dentro da Operação Off-Line.

A investigação apurou fraudes em vendas virtuais em todo país praticadas por ao menos 18 lojas falsas criadas para golpes que ultrapassam milhões de reais.

De acordo com o Ministério Público de Santa Catarina, as investigações começaram em março e apuraram a existência de uma organização criminosa que cria falsas empresas virtuais para vendas de produtos variados por site. Os pagamentos eram feitos por boletos ou depósitos bancários, mas a entrega não era feita.

Conforme o MPSC, a empresa alugava um espaço físico e fazia uma plotagem que era fotografada, para simular a existência de endereço físico. Com as fotos colocadas no site, o consumidor passava a acreditar que a atividade era lícita.

Após os registros policiais e as reclamações feitas na internet, o grupo eliminava a loja denunciada e criava outra loja virtual para enganar outras pessoas.

Outros detalhes só devem ser divulgados à tarde em coletiva de imprensa pelo MPSC.

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp