Notícias de Caçador e Região

O Magistério da Educação Básica II – Por Adelcio Machado dos Santos

65

Santos (2004) procura traçar o perfil do professor competente, estabelecendo uma série de características que esse profissional deve possuir na área do currículo, na área pedagógica, na área de gestão de sala de aula e relacionamento interpessoal e na área escolar.

Na área do currículo, o professor necessita de: conhecimento do conteúdo, pois para ensinar é essencial saber; familiaridade com o escopo e seqüência das atividades nas áreas de estudo e disciplinas.

Em outras palavras, a integração horizontal e vertical do currículo escolar como início da visão interdisciplinar e mesmo transdisciplinar; visão global do currículo e dos princípios de sua organização, para que o professor não se torne uma figura isolada; visão integrada e dinâmica do currículo em relação à realidade,

Por conseguinte, o que vai ser ensinado deve estar associado a uma expectativa de aplicação prática e corresponder a algo que possa ser real; perspectiva interdisciplinar, uma vez que o processo de ensino-aprendizagem não é construído com a eficácia desejada, caso o olhar do professor seja fragmentado. (SANTOS, 2004).

Em relação à área pedagógica tem-se que o profissional da educação necessita de habilidade para efetuar o planejamento pedagógico, esclarecendo os objetivos que devem ser alcançados no desenvolvimento dos conteúdos.

O professor deve ter habilidade para empresar uma variedade de estratégias pedagógicas, de acordo com as necessidades dos educandos, bem como habilidade para combinar técnicas pedagógicas com o estilo de aprendizagem do aluno.

Ademais disso, deve exibir a habilidade de usar uma variedade de técnicas de avaliação dos alunos, visto que um só tipo pode induzir a erros que acabam por comprometer o futuro de um aluno. (SANTOS, 2004).

Na área de gestão de sala de aula e relacionamento interpessoal é função do professor desenvolver a habilidade de controlar a disciplina dos alunos em sala de aula.

Também as seguintes habilidades devem fazer parte da caracterização do profissional da educação nessa área: habilidade de dar feedback construtivo; habilidade de motivar os alunos e mobilizar sua atenção; habilidade de diagnosticar necessidades de aprendizagem e propor soluções; habilidade de identificar estilos de aprendizagem e orientar adequadamente o aluno; habilidade de manejar tensão e conflito e vencer obstáculos; habilidade de compreender o ponto de vista do aluno e a dinâmica de grupo de sua turma. (SANTOS, 2004).

Por fim, na área escolar, Santos (2004) afirma que o licenciado competente deve ter habilidade para desenvolver trabalho em equipe, porquanto se os próprios docentes sentem dificuldade de trabalhar em equipe com seus pares, não terão a capacidade de ensinarem seus alunos a administrar o trabalho em conjunto.

Em suma, o professor competente também é capaz de perceber a relação entre o trabalho de sua turma e o contexto da escola e de escutar e compreender o ponto de vista dos colegas e pais.

 

REFERÊNCIAS

MARQUES, Mario Osório. Aprendizagem na mediação social do aprendido e da docência. 2. ed. Ijuí: UNIJUÍ, 2000.

SALGADO, Maria Umbelina Caiafa. A formação de professores: um grande desafio. In: Conferências Fórum Brasil de Educação. Brasília: CNE, UNESCO Brasil, 2004, p. 189-212.

SANTOS, Clóvis Roberto dos. Educação escolar brasileira: estrutura, administração, legislação. São Paulo: Pioneira, 1999.

________, Clóvis Roberto dos. Ética, moral e competência dos profissionais da educação. São Paulo: Avercamp, 2004.

________, Clóvis Roberto dos. O gestor educacional de uma escola em mudança. São Paulo: Pioneira Thomson, 2002

Veja Também
Comentários
Loading...