Notícias de Caçador e Região

Novo serial killer de Goiás, foragido, já é chamado de ‘Lázaro 2.0’

A polícia de Goiás está diante de um caso semelhante àquele ocorrido em junho deste ano, envolvendo o ‘serial killer’, Lázaro Barbosa. Trata-se de Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, suspeito de mulher grávida, a enteada e um fazendeiro em Corumbá de Goiás. Ele está foragido, escondido na mata do cerrado entre Alexânia e Abadiânia, na zona rural.

Wanderson já está sendo chamado de ‘Lázaro 2.0’ ou ‘Novo Lázaro’, em razão da semelhança com o caso que chocou o Brasil inteiro no meio do ano. A polícia local divulgou nesta segunda-feira um telefone para receber denúncias e informações sobre o paradeiro do suposto criminoso.

Chacina

A chacina ocorreu no último domingo. O suspeito matou a esposa, Rânia Aranha Figueiro, de 21 anos, além da enteada Geysa Aranha da Silva Rocha, de 2 anos. Depois matou o fazendeiro Roberto Clemente de Matos, de 73 anos, de quem roubou uma caminhonete com o intuito de fugir da região. Ele ainda teria tentado estuprar a esposa do fazendeiro, mas não conseguiu. Acabou atirando no ombro da mulher.

Wanderson havia sido preso em 2019, por tentativa de feminicídio. Ele tentou matar a ex-mulher a facadas. No entanto, foi solto no início deste ano. De acordo com o site Metrópoles, um amigo de Wanderson afirmou que o suposto assassino era fã de Lázaro Barbosa. A diferença, segundo o amigo, é que Wanderson não tem experiência sobre como sobreviver na mata.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.