Notícias de Caçador e Região

Nova regra do Fies prevê desconto no salário do recém-formado

Está previsto para quinta-feira (6) o anúncio do governo de Michel Temer de um novo modelo do programa Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As regras serão mais duras para quem necessita de empréstimo para pagar as mensalidades da faculdade.

Estudantes que precisam do financiamento terão de autorizar, no momento da assinatura do contrato, o desconto de até 30% dos salários que receberão após formados, para devolver o empréstimo ao governo. A regra atual dá um ano e meio após a formatura para começar a pagar o empréstimo. Na nova forma, começará mais cedo.

O motivo da mudança na cobrança seria a inadimplência dos ex-alunos. Se a pessoa não conseguir emprego após a formatura, o governo ainda terá de definir prazo, que deve ser de alguns meses, para acionar as garantias.

Em 2018, serão ofertadas em torno de 300 mil vagas pelas novas regras. Para o segundo semestre de 2017, ainda no modelo atual, são cerca de 75 mil.

Há outra mudança para 2018: o aluno já saberá o valor total do empréstimo para pagar o ensino superior. Isso porque o contrato será para todo o período. Atualmente, o financiamento é renovado a cada semestre e segue o reajuste das mensalidades.

Veja Também

Comentários estão fechados.