Notícias de Caçador e Região

Nova decisão suspende página que atacava candidatos

O juiz eleitoral André Luiz Anrain Trentini da Comarca de Videira deferiu, nesta segunda-feira (12), uma liminar para a suspensão imediata da Página Iomerê em Foco da Rede Social Facebook.  A página é administrada de forma anônima e vinha publicando uma série de ataques a Luciano e Maneco, bem como a Coligação Iomerê em Primeiro Lugar, autora do pedido de suspensão. A decisão é inédita na Comarca. “O autor utiliza-se de máscara para agir às sombras. Não está a se avaliar, não agora, o conteúdo das manifestações, mas a forma como foram veiculadas: às sombras, repito”, disse o  magistrado ao se manifestar.

Em Caçador o mesmo aconteceu nesta sexta-feira, 9, quando um responsável pela agência contratada pela prefeitura criou uma página fake para atacar Saulo Sperotto. 

O juiz eleitoral André Luiz Anrain Trentini ainda destacou o conteúdo eleitoreiro das publicações, que será analisado posteriormente, e o fato do administrador estar desrespeitando um dos poucos limites da liberdade de expressão, que é o anonimato. Na liminar, além de solicitar a suspensão imediata da página, Trentini também determinou que o Facebook informe o IP e qualquer outro dado capaz de levar a identificação do autor ou autores da página Iomerê em foco, sob pena de multa diária de R$ 5 mil, a contar do término das 24 horas para o cumprimento da medida.

Para a Coligação Iomerê em Primeiro Lugar, a liminar põe fim a um triste capítulo da história eleitoral do município de Iomerê, pois ao usar a rede social de modo anônimo e claramente partidário, a Página Iomerê em Foco estava prejudicando não apenas os candidatos Luciano e Maneco, mas a Coligação, apoiadores, simpatizantes e todos os eleitores que eram bloqueados quando manifestavam opinião. “Há meses vínhamos sendo vítimas de ataques, de mentiras e de manipulação de informações, por meio desta Página. Nos últimos dias, de modo sorrateiro esses ataques se intensificaram, na tentativa de macular a imagem e de prejudicar nossa reeleição de nossos candidatos. Felizmente, os iomerenses são pessoas de bem e que não querem saber desse modo inescrupuloso de fazer política, por isso, termos recebido constante apoio da maioria da população”, disse Maurício Bridi – Coordenador da Campanha da Coligação Iomerê em Primeiro Lugar que também elogiou o modo responsável e coerente com que o juiz eleitoral tratou o caso.

suspensao-pagina-iomere-em-foco-1

wpp

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.