Notícias de Caçador e Região

No dia do bibliotecário, profissionais falam da importância da profissão

No dia do bibliotecário, duas profissionais, que atuam em Caçador, destacam a importância da profissão. Na Biblioteca Pública Municipal Vidal Ramos, Gilvane Maria Lecardelli da Silva, que trabalha há 5 anos na área, ressalta as diversas funções no local.

“Além do empréstimo de livros, trabalha-se com outros projetos para atender o maior número de pessoas, tais como: elaboração de currículos e encaminhamento destes para as vagas de trabalho, aulas de xadrez, rodas de leitura, cursos on-line de tecnologia e em breve será disponibilizada uma biblioteca digital”, relata.

A bibliotecária ainda afirma que a profissão vem se transformando ao longo do tempo, acompanhando as mudanças tecnológicas. “O profissional precisa ter a curiosidade de estar em contato com outros profissionais, fazer parcerias e, principalmente, de não ter medo de inovar. Parabenizo a todos os bibliotecários e profissionais de biblioteca, que trabalham com o objetivo de incentivar a leitura e inclusão social nas comunidades e organizações”, completa Gilvane.

Já Célia De Marco, que é bibliotecária há 21 anos na Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), afirma que o papel deste profissional não é somente mediar a informação e sim, educar os usuários a ter uma visão geral de leitura do mundo. “Esta categoria é que potencializa e fomenta o desenvolvimento da ciência. E para isso devemos trabalhar a competência em informação, tema esse de suma relevância para a Sociedade”, afirma.

Célia enfatiza que é necessário dar autonomia ao usuário da informação, para que ele faça suas leituras de forma crítica. “A informação é a matéria prima. É importante saber como a competência em informação pode contribuir de maneira direta para o crescimento das indústrias de micro e pequeno porte, na educação e no crescimento individual de cada sujeito. Por isso afirmo, se precisar de uma informação vá no Google, se quer uma informação segura e confiável, peça um bibliotecário”, finaliza.

 

Veja Também

Comentários estão fechados.