Notícias de Caçador e Região

Mulher é morta e ex-marido comete suicídio no segundo feminicídio do ano em SC

Dois dias de 2023, dois feminicídios. Após uma mulher ser morta a facadas pelo ex-marido em São Bento do Sul na tarde de segunda-feira (2), outra vítima foi assassinada em Canoinhas, também no Planalto Norte de Santa Catarina, na noite da mesma data.

A mulher de 40 anos, identificada como Magali Oliveira, foi encontrada agonizando pela própria mãe na casa em que vivia, no bairro Cohab I, por volta das 23h30. Ela tinha ferimentos na área do pescoço e, embora o Samu tenha sido acionado, não resistiu e morreu ainda no local.

Segundo a Polícia Militar, ela foi encontrada de bruços na cama e havia sangue no colchão, no chão e nas paredes do cômodo. No local, ainda havia pegadas no chão que levavam à janela, que também apresentava marcas de mãos ensanguentadas.

A mãe de Magali contou que foi à casa dela para levar o neto e encontrou a filha já ferida. À polícia, ela disse que o ex-marido da filha, Adalberto Plachek Rodrigues, de 33 anos, poderia ter cometido o crime, uma vez que já havia ameaçado matá-la e cometer suicídio em seguida.

Diante das informações, a Polícia Militar foi até a casa do homem, onde encontrou a porta do quarto dele trancada pelo lado de dentro e com as luzes acesas. Com a autorização da mãe do suspeito, a polícia arrombou a porta e o encontrou morto, após ter cometido suicídio.

A Polícia Científica e a Polícia Civil foram acionadas e devem investigar o caso. Ainda não há informações sobre o sepultamento da vítima.

Este foi o segundo feminicídio registrado em dois dias em 2023. Até 14 de dezembro de 2022, haviam sido contabilizados 54 crimes como esse em toda Santa Catarina.

Com informações ND Mais

Veja Também

Comentários estão fechados.