Mulher é morta a facadas pelo primo após discussão

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Mulher

Mulher, de 32 anos, era servidora pública e deixa uma filha.

Uma mulher de 32 anos, identificada como Natieli Palma, foi morta a facadas pelo primo após uma discussão entre os dois na tarde desta terça-feira, dia 19, no bairro Itinga, em Tijucas, no Sul de Santa Catarina.

De acordo com a Polícia Militar, o autor, de 40 anos, tem passagens policiais por violência doméstica, ameaça, lesão corporal e dano. Ele foi preso em flagrante e confessou o crime.

A PM também informou que Natieli possuía passagens policiais por perturbação do trabalho ou sossego alheio, ameaça, injúria, dano, maus-tratos contra animais e invasão de propriedade.

Conforme relato do acusado, por volta das 17 horas, após uma briga de família, ele deu algumas facadas na mulher e depois fugiu. Natieli foi encaminhada ao hospital com ferimentos no braço e pescoço, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

A jovem era servidora pública da Prefeitura de Tijucas, que publicou uma homenagem nas redes sociais. Naty, como era chamada, trabalhava no setor de identidade do município.

“É com profundo pesar que a Administração Municipal de Tijucas recebe a notícia do falecimento da servidora Natyeli Palma. Moradora da localidade Timbé, atuou na secretaria de educação e atualmente trabalhava no setor de Identidade do município. Alegre, dedicada e sempre muito disposta a ajudar a todos, Naty sempre foi muito querida pela comunidade e amigos. Nossa equipe lamenta profundamente sua morte tão precoce e espera que Deus a receba com a mesma luz com a qual ela sempre nos iluminou aqui na terra. Estamos em luto! Vá em paz, Naty!”, escreveu a administração.

Com informações Oeste Mais 

LEIA TAMBÉM: Homem morre em capotamento, na SC-135

EXPOCDR

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp