Notícias de Caçador e Região

MP investiga bolsonaristas por “saudação nazista” em SC 

O MP-SC (Ministério Público de Santa Catarina) abriu investigação para identificar apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) que, segundo comunicado do órgão, fizeram a saudação nazista em uma manifestação contra o resultado do 2º turno das eleições.

A promotoria catarinense afirmou que um grupo de pessoas fez apologia ao nazismo no ato em São Miguel do Oeste. Nas redes, bolsonaristas contestam essa interpretação e dizem que o gesto dos manifestantes, com o braço e a mão direitos estendidos para frente, são a posição de juramento à bandeira do Brasil.

O vídeo mostra apoiadores de Bolsonaro bloqueando os 2 sentidos de uma rodovia da cidade do Oeste Catarinense. Com o braço e a mão direitos estendidos à frente, cantam o Hino Nacional, reproduzido por um alto-falante.

“O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) de Santa Catarina já está trabalhando para identificar as pessoas que fizeram saudação nazista durante as mobilizações que deveriam ser democráticas e pacíficas em São Miguel do Oeste”, diz o MP-SC em nota.

No comunicado, a coordenadora do Gaeco da cidade catarinense, Marcela de Jesus Boldori Fernandes, afirma que, “uma vez identificadas [as pessoas suspeitas de apologia ao nazismo], será produzido um relatório e as informações encaminhadas para a 2ª Promotoria de Justiça da Comarca, que possui atribuição criminal, para responsabilização dos envolvidos”.

Grupos de manifestantes interditam pelo menos 137 trechos de rodovias desde a madrugada de 2ª feira (31.out.2022) contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciais de domingo (30.out).

Com informações Poder 360


Veja Também

Comentários estão fechados.