Notícias de Caçador e Região

MP aponta que menina Luna foi estuprada no dia da morte em Timbó; mãe e padrasto viram réus

O homicídio da menina Luna, de 11 anos, submetida a intensa violência física, psicológica e sexual, que chocou a comunidade de Timbó, no Médio Vale do Itajaí, teve denúncia apresentada pelo MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) e aceita pela Justiça. Com isso, os acusados pelos crimes – a mãe e o padrasto da criança – já são formalmente réus em ação penal.

A ação penal, ajuizada pelas Promotorias de Justiça da Comarca de Timbó, relata os crimes que ocorreram até abril de 2022, sempre no interior da residência dos acusados, contra a criança de apenas 11 anos de idade, que estava sob a guarda e autoridade do casal.

Com informações ND+

Veja Também

Comentários estão fechados.