Notícias de Caçador e Região

Motorista de caminhão que tombou na BR-277 paga fiança e deixa prisão

O motorista do caminhão-tanque envolvido em acidente na BR-277 em Morretes, no litoral do Paraná, pagou fiança e deixou a prisão nesta terça-feira (5). Seis pessoas morreram e várias ficaram feridas na batida que ocorreu após o motorista perder o controle da direção e bater contra uma mureta de proteção. Ele não se feriu no acidente.

A fiança estipulada para a soltura equivale a dez salários mínimos. O motorista ainda teve a habilitação para dirigir suspensa e terá de se apresentar à Justiça periodicamente. O Ministério Público ainda pediu que o motorista utilizasse tornozeleira eletrônica, mas o juiz não atendeu à requisição.

O acidente
O acidente aconteceu no domingo (3). Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhoneiro perdeu o controle da direção e bateu contra uma mureta de proteção. O caminhão, que transportava 44 mil litros de álcool, explodiu em seguida. Outros doze veículos foram atingidos.

Em depoimento à Polícia Civil, o motorista do caminhão-tanque disse que o painel do veículo acusou a existência de uma falha nos freios. Mesmo assim, ele decidiu continuar a viagem, que resultou no acidente.

De acordo com os policiais, ele deve responder por homicídio doloso, com dolo eventual, ou seja, quando o autor assume o risco de matar.

Bebê encontrada com vida
Uma bebê de 18 dias foi encontrada com vida nas proximidades do acidente. Segundo testemunhas, o pai dela conseguiu tirá-la do carro da família.

Imagens das câmeras de segurança de um restaurante mostram o momento em que ele é visto jogando fora os sapatos em chamas. Segundos depois, uma explosão acontece e ele é tragado pelas chamas. A mãe da bebê também morreu na tragédia.

O dentista Sérgio Schacht contou aos policiais que foi ele quem pegou Maria Fernanda dos braços do pai, que fugia do fogo. “Quando eu caí no buraco, tinha um senhor ali, com uma coisa no colo. Quando eu vi, era uma criança. Ele só falava assim: ‘Filho, pega a criança’. Eu peguei. Quando eu fui pegar, ele se esmoreceu e desceu”, conta.

Maria Fernanda, que nasceu há 18 dias, foi retirada do local e levada ao Hospital Evangélico de Curitiba. A avó da menina foi até o local e a identificou. De acordo com os médicos, a criança está bem e recebeu alta nesta terça-feira.

wpp

 

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.