Notícias de Caçador e Região

Morte de suposta garota de programa em casa de cliente em SC é investigada

A morte de uma suposta garota de programa, de 38 anos, está sendo investigada pela Polícia Civil. O caso aconteceu na madrugada de sábado (31), em Garopaba, no Sul catarinense. A vítima foi encontrada morta no interior de uma casa na cidade.

O morador, de 43 anos, revelou que ela era garota de programa e que os dois haviam se conhecido em uma boate de Imbituba. Esse era a terceiro encontro deles. Ele relatou ainda que, aparentemente,  a mulher teve uma crise convulsiva.

Segundo a delegada Gabriela Tissott Fruet, responsável pelo caso, a vítima não apresentava lesões, conforme laudo cadavérico. “Por ora, não há indícios de crime contra a vida da mulher”, informou, em entrevista ao ND+.

A investigação ainda aguarda exames complementares requisitados ao IGP (Instituto Geral de Perícias), como análise de sangue, urina, entre outros, para determinar a causa da morte.

Relembre o caso

A mulher foi encontrada morta no sábado (31) em Garopaba. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima se encontrava no quarto da casa de um morador, de 43 anos.

Conforme o homem, a mulher era garota de programa e os dois se conheceram em uma boate de Imbituba. Essa era a terceira vez que eles se encontravam.

O cliente relatou ainda que os dois praticavam ato sexual, quando ela foi até o banheiro. Ele disse que, nesse momento, ouviu um barulho e encontrou a vítima se retorcendo, aparentemente, tendo uma crise convulsiva.

O homem informou ainda que tentou ajudá-la, tirando-a do banheiro e levando até o chão do quarto, mas ela teria ficado completamente imóvel. Os bombeiros foram acionados e constaram o óbito.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.