Notícias de Caçador e Região

Morte de amigas envolveu sequestro, degola e corpos jogados em rio, em SC

O assassinato brutal de duas jovens, que eram amigas e moravam juntas em Araranguá, no Sul catarinense, ainda aguarda uma elucidação. A investigação, até o momento, aponta que Gabriela Silva Rocha, de 21 anos, e Karoline de Souza, de 24, foram sequestradas de casa, degoladas e, posteriormente, tiveram seus corpos jogados em um rio na cidade.

As vítimas desapareceram no dia 2 deste mês no bairro Coloninha. Três dias depois, os seus corpos foram localizados no Rio de Araranguá. Segundo a Polícia Civil, elas estavam amarradas, amordaçadas e com degolas no pescoço. O crime chocou a região pelos indícios de crueldade.

Segundo o delegado Jair Pereira Duarte, responsável pelo caso, há diversas linhas de investigação em curso. “Nenhuma hipótese foi descartada, mas também não conseguimos apontar nada que desse uma certeza em relação a esse feminicidio ou homicídio. É um caso bem complexo”, destacou ao ND+.

O delegado também aguarda laudo do médico legista para indicar o objeto e a forma como elas foram mortas.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.