Notícias de Caçador e Região

Morre 4° catarinense transferido ao ES; corpo voltará a SC de carro

O segundo catarinense transferido para o Espírito Santo, no dia 4 de março, para tratamento contra a Covid-19, morreu nesta quarta-feira (24). Devenildo Simão Santos, de 67 anos, estava internado no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, no município da Serra (ES), região da Grande Vitória.

O homem era morador de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina e permaneceu 22 dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas não resistiu as complicações da doença.

Antes de ser transferido, enquanto ainda estava em Chapecó, ficou internado na UPA 24h (Unidade de Pronto Atendimento), segundo a Prefeitura de Chapecó. A transferência foi realizada pelo avião Arcanjo 02, do CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina).

Neste momento, apenas um paciente de Santa Catarina segue em tratamento no Espírito Santo. As transferências de catarinenses foram canceladas no dia 11 de março após o crescimento de casos no Estado Capixaba o que ocasionou superlotação nos hospitais.

Translado do corpo será de carro

Segundo a SES (Secretaria de Estado da Saúde), o translado do corpo ocorrerá via terrestre. A Secretaria contratou um carro para fazer o transporte do corpo até Chapecó. O motivo é porque a aeronave dos bombeiros está em outras operações e com bastante demanda.

A data de saída do Espírito Santo e de chegada a Santa Catarina ainda não foi definida. O percurso do município da Serra até Chapecó é de 1.852,4 km e deve levar quase de 25 horas.

Outros três catarinenses morreram no ES

O primeiro catarinense transferido para o Estado Capixaba morreu no dia 6 de março. Daniel Pegoraro, de 34 anos, foi levado ao ES no dia 3 de março.

No dia 14 de março foi a óbito a paciente Ivani Oliveira Ratkiewicz, de 63 anos, que foi transferida no dia 6 de março. Ela foi a quarta catarinense levada para o ES.

Já no dia 15 de março morreu Hércules Antonio Senger, de 59 anos, que foi o quinto e último paciente transferido para o Estado Capixaba.

Número de mortes de aproxima de 500

O número de mortes em decorrência do coronavírus em Chapecó se aproxima de 500. Nesta quinta-feira (25), a Secretaria Municipal de Saúde confirmou quatro novos óbitos, totalizando 495 vítimas fatais.

Além de Devenildo, um homem de 85 anos que estava internado no Centro Avançado de Atendimento Covid e uma mulher de 69 anos que estava no HRO (Hospital Regional do Oeste) morreram nesta quarta-feira (24). Já nesta quinta-feira, foi a óbito uma mulher de 75 anos que estava hospitalizada no HRO.

Com informações ND Mais

Veja Também

Comentários estão fechados.