Notícias de Caçador e Região

Moraes reafirma resultado das eleições e confirma: Lula e Alckmin serão diplomados em dezembro

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Alexandre de Moraes, chamou de “criminosos” os manifestantes que contestam o resultado das eleições. A informação foi divulgada pelo portal R7.

Após reconhecer o resultado das eleições, Moraes garantiu que o presidente da República eleito Luiz Inácio Lula da Silva e o vice, Geraldo Alckmin, serão diplomados até 19 de dezembro.

“As eleições acabaram. O segundo turno acabou democraticamente no último domingo (30), e o TSE proclamou os vencedores, que serão diplomados até 19 de dezembro e tomarão posse em 1º de janeiro de 2023”, afirmou Moraes perto do fim da sessão plenária que a Corte realizou nesta quinta-feira.

Segundo a Agência Brasil, ao destacar a participação dos eleitores e a rapidez com que o TSE anunciou o resultado do pleito, Moraes declarou que “a democracia venceu novamente no Brasil”. O ministro alertou que quem usar de estratégias ilícitas para questionar a vontade da maioria dos eleitores será identificado e punido.

“Isto é democracia, é alternância de poder, é estado republicano. Não há como contestar um resultado democraticamente divulgado com movimentos ilícitos, antidemocráticos, criminosos. Estes serão combatidos e os responsáveis, apurados e responsabilizados sob a pena da lei”, afirmou Moraes, ao lembrar que observadores internacionais e técnicos do Tribunal de Contas da União que auditaram cerca de 4.161 boletins de urnas atestaram a legalidade do processo eleitoral brasileiro e a segurança das urnas eletrônicas.

Bolsonaro pede liberação das vias

Jair Bolsonaro (PL) publicou, na noite desta quarta-feira (2), um vídeo solicitando que os manifestantes liberem as rodovias de todo o Brasil.

O atual presidente iniciou o vídeo de 2 minutos e 40 segundos direcionando-se para as pessoas que estão nas ruas contrárias ao resultado da eleição presidencial.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.