Notícias de Caçador e Região

Morador de SC é suspeito em investigação internacional contra rede de pornografia infantil

A Polícia Federal deflagrou uma operação para combater pornografia infantil na internet nesta quinta-feira (27), após cerca de quatro meses de investigação. Um morador de São José, na Grande Florianópolis, é suspeito de disseminar imagens de exploração sexual infanto-juvenil e de manter relações sexuais com animais.

A investigação ocorre em mais de 10 países e, no Brasil, há apenas este investigado. A Polícia Federal conta com a cooperação jurídica internacional da Polônia e da Interpol.

O homem, de 40 anos, teria realizado transmissão de arquivo com cenas de sexo explícito envolvendo crianças, utilizando objetos e usando de violência. Ele não foi preso, porém, os equipamentos eletrônicos encontrados com o suspeito passarão por perícia.

A Polícia Federal explica que, como ele não foi pego em flagrante, ainda não foi emitido um mandado de prisão. “Não houve prisão do suspeito brasileiro, em razão de não ter sido encontrada materialidade delitiva durante a diligência de busca, embora possa haver mandado de prisão a depender da análise do material apreendido”, explicou o órgão.

Pessoas da Alemanha, Suíça, Grécia, Índia, Filipinas, Rússia, Canadá, República Tcheca, Nova Zelândia e Bolívia também estão sendo investigadas.

Todos os suspeitos possuem envolvimento no compartilhamento de conteúdo pornográfico infanto-juvenil na internet.

Com informações ND Mais 
Veja Também

Comentários estão fechados.