Notícias de Caçador e Região

Ministério Público vai investigar morte de morador de rua em dia de frio intenso em SC

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) vai investigar se a morte de um homem em Navegantes, no Litoral Norte catarinense, ocorreu por falta de assistência e omissão da prefeitura diante das baixas temperaturas registradas nesta semana. Agnaldo Rosa, de 47 anos, vivia em situação de rua e morreu na quarta-feira (18), um dos dias mais frios do ano.

A morte foi constatada por um colega, que percebeu que o homem não se mexia, por volta das das 20h. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava enrolada em um cobertor, em uma calçada na Rua João Emílio, no Centro, e não tinha marcas aparentes de violência.

O resultado do laudo cadavérico foi divulgado nesta sexta-feira (20) e não identificou a causa da morte, segundo o delegado Rodrigo Coronha, à frente do caso. O documentou constatou apenas ausência de lesões e sinais externos de violência. Agora, a Polícia Civil aguarda a conclusão do exame toxicológico.

A hipótese de morte por hipotermia foi levantada porque o dia foi de frio intenso em todo o Estado. A polícia informou que só abrirá inquérito se houver indícios de assassinato. Caso contrário, cabe ao Ministério Público cobrar da prefeitura uma posição.

Veja Também

Comentários estão fechados.