Notícias de Caçador e Região

Menina mente que foi estuprada para evitar que mãe soubesse de festa

Uma adolescente mentiu que foi estuprada para evitar que sua mãe soubesse que foi a uma festa. A menina de 14 anos saiu de casa na noite de segunda-feira, 1º, e voltou na terça-feira, 02, pela manhã.

O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) do 15º Batalhão PM recebeu uma ligação na manhã desta segunda-feira, 02,  por volta das 11h quando a menor relatou ter sido estuprada.

Chegando no local informado pela adolescente, ela contou que um homem de 30 anos com um Golf preto a abordou na saída   da igreja e a colocou dentro do carro.

Em seguida ele o levou até Rio das Antas, onde teria praticou o estupro. A menina contou que conseguiu fugir do homem quando o dia amanheceu e voltou a pé para Caçador. Ela chegou no município por volta das 8h30, mas só acionou a PM por volta das 11h.

Os policiais então procuraram a mãe da garota e acionaram o Conselho Tutelar para que todos fossem até a Delegacia de Polícia Civil. Chegando lá ainda com a versão duvidosa a Polícia Civil iniciou os interrogatórios.

Depois de algum tempo de interrogatório a polícia achou mensagens que a menina trocou com amigos até 0h30 e a partir das 8h30 de segunda-feira, 02. Depois disso a menina contou a verdade.

Disse que havia saído com um namorado e foi até uma festa, porém não queria que sua mãe soubesse e por isso inventou o estupro.

A jovem e sua mãe responderam inquérito pela falsa comunicação de crime e por ter movimentado um grande aparato policial.

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.