Notícias de Caçador e Região

Márcia Driessen não usava colete salva-vidas e não estava acompanhada por profissional, afirma testemunha

A Polícia Civil de Fortaleza iniciou os trabalhos de apuração do acidente que resultou na morte da caçadorense, Márcia Driessen, nesta quarta-feira, 30. Ela estava praticando stand up paddle quando desequilibrou e caiu no mar.

O acidente ocorreu em um ponto turístico em meio às dunas da Praia do Cumbuco. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, a mulher foi retirada da água, já sem vida, por populares.

Uma equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará foi acionada e realizou os primeiros levantamentos no local da ocorrência. Equipes da Polícia Militar do Ceará e do Corpo de Bombeiros também foram chamadas.

De acordo com um banhista que estava no local, a mulher fazia um passeio experimental e não havia salva-vidas ou profissional capacitado para prestar os primeiros socorros, informou o portal Diário do Nordeste.  O caso é investigado pela Delegacia de Proteção ao Turista.

Márcia estava com a mãe e o filho de 7 anos na viagem. Ela era natural de Caçador, mas morava em Balneário Camboriú, onde atuava como corretora de imóveis. Ainda não há informações sobre translado do corpo e atos fúnebres.

Com informações ND Mais 

 

Veja Também

Comentários estão fechados.