Notícias de Caçador e Região

“Mandado de prisão” contra Alexandre de Moraes no CNJ foi feito com credencial

A credencial que inseriu um falso mandado de prisão contra Alexandre de Moraes foi bloqueada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Como a coluna revelou ontem (4/1), o documento inserido no Banco Nacional de Monitoramento de Prisões determinava a prisão de Moraes pelo próprio ministro do STF. São os tribunais que alimentam o sistema com informações.

A chiste contra Alexandre de Moraes não foi fruto de ataque hacker ao CNJ, mas de uso indevido do sistema. Por conta disso, o acesso de servidores do Judiciário ao Banco Nacional de Monitoramento de Prisões será completamente restabelecido até as 13h desta quinta-feira (5\1).

O CNJ e a Polícia Federal apuram se o dono da credencial a usou com má-fé ou se ela foi roubada ou clonada.

“O Conselho Nacional de Justiça informa que a inconsistência encontrada na quarta-feira (4/1), no Banco Nacional de Monitoramento de Prisões, foi causada pelo uso indevido de credencial de acesso ao sistema, e já foi devidamente bloqueada.

Até às 13h dessa quinta-feira (5/1), o sistema estará completamente restabelecido, o que já se iniciou.

O fato continua em apuração pelo CNJ e pela Polícia Federal e corre em sigilo.”

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.