Notícias de Caçador e Região

Mais de 100kg de pinhão apreendidos são destinados para alimentação de animais, em SC

A Polícia Militar Ambiental apreendeu 118 kg de pinhão no município de São Cristóvão do Sul. Três sacas de pinhão estavam sendo transportadas no porta-malas do veículo e foram flagradas pela Polícia Militar de Curitibanos, no domingo (21). Agora o produto será destinado ao Instituto Espaço Silvestre, para alimentação de animais.

– Nós destinamos para locais que cuidam de animais que tem ai o pinhão como sua base alimentar. São instituições que cuidam de papagaios, por exemplo, e precisam desses alimentos para repassar para eles, explica o capitão do 2º Batalhão da PMA , Marco Antônio Marafon Júnior.

A apreensão foi feia pela Polícia Militar Ambiental (PMA) que notificou o motorista por infração ambiental. O condutor, também, foi multado em R$ 500. Até o dia 31 de março acontece o período de defeso do pinhão.

A lei estadual nº 15.457 proíbe a colheita, transporte e comercialização do pinhão. Nas principais regiões produtoras da semente, Meio-Oeste, Oeste e Serra, a fiscalização é intensificada para coibir essas práticas. A intenção é proteger a reprodução da araucária e o alimento sustentável dos animais silvestres.

Só a partir do dia 1º de abril é que a colheita do pinhão está liberada em Santa Catarina.

A Serra Catarinense é a maior produtora do estado. Neste ano a quantidade ainda não foi divulgada pela Epagri, mas os produtores afirmam que a produção deve ser 40% maior que de 2020.

Com informações NSC Total 

Veja Também

Comentários estão fechados.