Notícias de Caçador e Região

Mãe mata filha de 9 anos e se suicida no interior de São Paulo

Uma mulher matou com ao menos dois tiros a própria filha, de 9 anos, e depois se suicidou, com um disparo na cabeça, na madrugada dessa terça-feira (3/1) em Amparo, que fica a 133 quilômetros de distância da capital paulista. A Polícia Civil investiga o que teria motivado o crime.

Antes de atirar contra a própria cabeça, Jessyli Gabriele Aparecida de Lima Godoy, de 28 anos, telefonou para o Setor de Ambulâncias da cidade do interior. Ela foi atendida por um enfermeiro, segundo a polícia, para o qual teria afirmado ter matado a filha, Erika Mieko Matsuo, com um tiro no peito e outro na cabeça.

Jessyli, segundo registros policiais, teria acrescentando que iria precisar ser socorrida, pois pretendia se matar. O profissional da saúde tentou convencer a mulher a não concretizar os planos, mas o telefonema foi interrompido durante a conversa.

Guardas-civis municipais (GCMs) foram acionados logo em seguida, para rumarem até a casa de onde partiu a ligação, no bairro Jardim Santa Cecília. Ao chegarem na residência, os agentes constataram que a porta estava aberta e ingressaram no imóvel.

No quarto da casa encontraram a criança, já sem vida, deitada na cama ao lado da mãe, ferida na cabeça e agonizando enquanto ainda segurava um revólver calibre 38, com a mão direita.

Jessyli chegou a ser encaminhada ao Hospital Santa Casa Anna Cintra, onde morreu. O Metrópoles apurou que a arma usada no crime havia pertencido ao pai da mulher, um vigilante, falecido há cerca de um ano.

Bilhetes

Após Jessyli ser socorrida, GCMs encontraram sobre a mesa da cozinha envelopes destinados à polícia, aos bombeiros e à família da mulher. Os documentos de mãe e filha também estavam dispostos no mesmo móvel. O teor dos bilhetes não foi informado.

O companheiro de Jessyli e pai de Erika trabalhava em uma padaria, quando a tragédia aconteceu. Ele precisou ser hospitalizado, logo após receber a notícia.

O caso foi registrado como homicídio e suicídio na delegacia de Serra Negra.

Cidade pacata

Segundo a estimativa mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Amparo contava com população de 73.145 pessoas, em 2021.

A cidade, apesar de estar perto da região metropolitana de São Paulo, conta com índices criminais baixos.

Entre janeiro e novembro de 2022, data da mais recente atualização da Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o município do interior não havia registrado nenhum homicídio. As únicas quatro mortes registradas no período decorreram de acidentes de trânsito.

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.