Notícias de Caçador e Região

Mãe e filha estão entre mulheres que foram mortas por disparos, no Oeste

Mãe e filha estão entre as vítimas de uma discussão em família que resultou em quatro mortes na linha 12 de Novembro, interior de Campo Erê, no Oeste de Santa Catarina, na noite deste sábado, dia 21.

 As mulheres foram identificadas como Emidia dos Santos, de 53 anos, Marinalva dos Santos, de 18 (mãe e filha) e Ana Cláudia Schultz de 35 anos. Um homem de 63 anos, ainda não identificado, também morreu no local.

 A polícia investiga ainda, no mesmo episódio, outras cinco tentativas de homicídio de duas mulheres, de 20 e 55 anos, e três homens, de 26, 41 e 51 anos. A situação ocorreu por volta das 21 horas.

 Um homem de 38 anos, envolvido nos crimes, que seria irmão do suposto autor dos disparos, foi preso. O suposto autor, de 32 anos, está foragido, conforme informou o delegado de Polícia Civil responsável pelo caso, José Danezi Neto.

Nas redes sociais, a filha e irmã, de duas das vítimas, escreveu sobre a morte, além de alterar a foto de perfil para “luto”.

 “Eu como sua irmã não consigo acreditar que você se foi, espero que você no outro lado entenda a passagem que fez e de alguma forma consiga me ajudar a entender porque que você se foi, porque não resistiu, que esteja bem, sem dor, é tão difícil de compreender que nosso senhor te levou…”, disse ela sobre Marinalva.

 Ainda não há informações sobre o velório de Emidia e Marinalva. Ana Cláudia Schultz será velada em São Bernardinho, cidade vizinha de Campo Erê. O velório está sendo realizado neste domingo, dia 22, no Centro de Idosos da cidade.

Investigação

 De acordo com o que foi apurado até o momento, a motivação teria sido um problema familiar, relacionado ao suicídio de outro irmão dos acusados. As investigações seguem a cargo da Delegacia de Polícia de Fronteira de Campo Erê.

 Com informações Oeste Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.