Notícias de Caçador e Região

Lidiane apesenta moção de repúdio relacionada ao preço dos combustíveis

Uma moção de repúdio referente aos valores exorbitantes dos combustíveis em Caçador foi aprovada nesta terça-feira (14), na Câmara Municipal. A propositura é de autoria da vereadora Lidiane Cattani (PP) e será destinada ao governador Carlos Moisés da Silva.
Ao justificar a matéria, Lidiane destaca que os aumentos sucessivos e exagerados nos preços dos combustíveis, além de vários outros derivados de petróleo sem razões e explicações aceitáveis, prejudicam a população, principalmente a classe trabalhadora que está carregada de tributos, sofre com a pandemia, o desemprego, com a crise econômica e com o fantasma da inflação nos produtos básicos para a sobrevivência.
“Fui procurada por algumas pessoas me questionando se nós, vereadores, não iríamos nos posicionar com relação ao preço abusivo dos combustíveis, e por isso hoje apresento esta moção de repúdio ao governador. É importante ressaltar que se o preço do combustível fosse praticado de acordo com o valor que sai da refinaria, chegaria ao consumidor a um preço bem mais acessível. No entanto, os governantes trabalham com base em um preço referência e, por entenderem que o combustível não é uma necessidade básica das pessoas, o ICMS tem um valor mais alto”, explica.
Apesar o ICMS impactar consideravelmente no preço, ele não é o único vilão segundo a vereadora Lidiane. Ela explica que há vários outros impostos que incidem no preço do combustível que poderiam ser revistos.
“Mas como o ICMS é um imposto estadual, pedimos que o governador reveja este índice, o que já possibilitaria uma redução no preço dos combustíveis. Todos nós sabemos que ter um carro não é mais um artigo de luxo, mas uma necessidade de locomoção das pessoas para irem ao trabalho e demais necessidades, por isso, é necessário que o governo reveja esta política de preço, pois quem é penalizado é o cidadão”, completa.

Veja Também

Comentários estão fechados.