Justiça recupera cerca de R$ 2 milhões em mármore escondidos no Assentamento Hermínio Gonçalves

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

A Justiça conseguiu recuperar cerca de R$ 2 milhões em mármore que foram comprados no Espírito Santo e não foram pagos e as chapas estavam escondidas em uma propriedade no Assentamento Hermínio Gonçalves. As peças foram compradas por uma marmoraria de Caçador, onde o empresário não pagou pela compra.

Segundo informações, o empresário de Caçador comprou as peças de mármore de 25 empresas do Espirito Santo com o prazo de até 40 dias para pagar, porém o pagamento não foi feito. Diante disto, as empresas entraram na justiça para recuperar seus produtos, tendo em vista que não conseguiram cobrar pelo produto vendido. O empresário comprou cerca de 200 peças.

Na quinta-feira, 9, foi cumprido um mandado de busca na propriedade, onde o empresário teria alugado para esconder as peças. O golpe foi descoberto depois que o caminhoneiro contratado para trazer os mármores do Espirito Santo revelou que recebeu o valor do frete em cheque, e que estes cheques não tinham fundo.

O cobrador de uma das empresas que veio a Caçador para tentar cobrar a dívida fez uma investigação por conta própria foi quem descobriu o local onde as peças estavam escondidas.

O Ministério Público de Caçador determinou a abertura de um inquérito policial para apurar possível estelionato da empresa de Caçador.

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp