Início / Notícias / Brasil / Justiça contraria pais Testemunhas de Jeová e autoriza transfusão de sangue para bebê

Justiça contraria pais Testemunhas de Jeová e autoriza transfusão de sangue para bebê

A Justiça autorizou que um bebê recém-nascido prematuro receba transfusões sanguíneas, contrariando os pais da criança, que são testemunhas de Jeová, religião que proíbe o procedimento. A liminar aconteceu após a maternidade, em Goiânia, entrar com um pedido. As informações são do G1.

O bebê nasceu com apenas 28 semanas e pesando pouco mais de 1 kg. Por isso, ficou internado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal. O relatório médico mostra que a criança tem anemia e pode precisar de uma transfusão “a qualquer momento”, pois não apresenta melhora. Os pais, no entanto, não permitiam o procedimento por ofender a fé religiosa por eles praticada.

O juiz Clauber Costa Abreu afirmou, em seu despacho, que liberar a transfusão de sangue é um direito à vida de uma pessoa que ainda não pode responder por si só. Ele usou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para dar segurança em sua decisão. O juiz ainda explicou que não nega a liberdade religiosa do casal, mas deve prevalecer o acesso à saúde e a vida.

Com informações IstoÉ

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Sobre Notícia Hoje

O Portal Notícia Hoje foi criado com o objetivo de ser uma alternativa na comunicação online. Trazendo notícias de Caçador e região, aborda política, economia, segurança, esportes e variedades e já se consolidou como referência na informação com rapidez e credibilidade.

Veja também

Parcerias que transformam: Trabalho em equipe faz sonho da restauração da Maria Fumaça se tornar realidade

Quem passa pelo Museu do Contestado pode perceber que que a locomotiva está de cara …