Juiz decide pela não cassação dos vereadores Fically e Lidiane Catani

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

o juiz eleitoral de Caçador, Gilberto Killian dos Anjos, decidiu nesta semana pela não cassação dos vereadores Itacir Fioreze, o Fically, e Lidiane Catani, ambos do PP. Os dois estavam com uma ação de possível cassação por possível candidatura fictícia, quando a nora do vereador Fically teria sido colocada como candidata, mas teria feito campanha para o sogro.

A decisão do magistrado foi com base nas provas levantadas e concluiu que no processo não haviam provas contundentes que levasse a cassação. Para o juiz, o processo foi valido e tem indícios de candidatura fecticia, mas baseado nas provas apresentadas, elas não foram suficientes.

Com esta decisão, que cabe recurso, os dois alvos da ação seguem como vereadores de Caçador.

Na ação o PT e o ex-vereador Valmor alegaram que Itacir e Lidiane foram beneficiados em decorrência de suposto ato fraudulento, passível de configurar abuso de poder, consistente na promoção de candidatura supostamente fictícia de

Eliane Aparecida Stella, efetuada pelo partido a fim de preencher o limite mínimo de 30% referente às candidaturas femininas. Eliane foi inscrita como candidatura durante a campanha, em função da impugnação de uma das candidatas da chapa pepista.

O ex-vereador, Valmor de Paula, comentou que respeita a decisão do juiz, mas já entrou co recurso. Para ele, haviam provas suficientes e ficou claro que a candidata foi colocada apenas para manter a cota de gênero.

“Acredito que o juiz não vai fazer uma retratação da decisão, mantendo a mesma e encaminhando ao Tribunal Regional e vamos aguardar agora a votação do colegiado”, frisou.

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp