Jovem toma vacina do HPV e tem problemas de saúde

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Uma garota que hoje tem 14 anos está com problemas de saúde após receber uma dose da vacina do HPV em Fraiburgo. Os pais da menina comentaram o caso através do Facebook, com depoimentos e fotos da jovem com a perna enfaixada deitada em uma cama.

De acordo com o relato, a menina começou a passar mal depois de receber a primeira dose da vacina e teve diagnóstico de Trombose Venosa Profunda. A adolescente apresentou os sintomas como endurecimento, formigamento da perna e pé, fadiga, insônia, dores na barriga e cabeça, além de desmaios após a vacina ser injetada na perna direita.

Segundo os pais nenhum médico atestou que os problemas são devidos a vacina mas também nenhum profissional disse que não é. A família postou o relato no Facebook com o objetivo de desabafar e alertar outras pessoas sobre o assunto.

Acompanhe o relato da família postado na rede social:

Atendida no PA e no hospital e foi liberada falaram que ela estava normal, no mesmo dia levamos para fora da cidade (diagnostico Trombose Venosa Profunda).
Ela tem 14 anos no dia 18 de março de 2014 tomou a vacina Gardasil (HPV) hochstetter direito na escola, uma menina sadia com uma vida ativa cheio de saúde nunca teve nada nem alergia, até então tomar a vacina HPV.
Sintomas começaram aparecer após vacina perna endurecida, formigamento perna e pé direito, Fadiga e insônia dores na barriga e cabeça, desmaios.
Ela chegou a estar em risco de vida, teve Trombose venosa profunda das veias femoral comum e porção proximal da femoral superficial, Trombose de segmento inicial da veia safena magna, (Veias Obstruídas) na perna direita onde tomou a primeira dose da vacina HPV ela quase não caminhava, pois a dor e o inchaço tomou conta da perna, com os remédios anticoagulantes passou a dor mas a perna continua inchada e cor diferente . (agosto 4 meses em tratamento). Estamos tratando todos os sintomas que estão aparecendo problemas coração, infeção, inchaço e vista embaçada entre outras reações. A nossa vida viro de cabeça pra baixo, Pois tudo que ela gostava de fazer parou de fazer, Começamos a investigar a vacina HPV quando lemos a bula da Vacina Gardasil HPV fiquemos de cabelo em pé meu Deus se nós tivéssemos acesso a bula antes jamais teria deixado aplicar esta vacina na nossa filha, pesquisemos na internet mais a fundo e descobrimos muitos e muitos relatos de reações adversas no Brasil e em outros Países.
Estamos tratando sim os sintomas que estão aparecendo mais a origem do que esta causando não. Já levamos em vários médicos mas todos dão diagnostico diferente uns dizem que sim pode ser a vacina e outros dizem que não defendem a vacina .Mas a hora que a gente pede laudo do que esta causando tudo isto eles não sabem responder só dizem pra não dar mais a segunda dose da vacina .(Porque se fosse com eles não daria a sua filha.)
Teve uma médica do CRIE que já venho de cara dizendo que não a uma relação causal entre a vacina e o referido quadro clinico já veio atestando sem exame algum realizado por ela que a doença era existente antes da vacina só que não teria aparecido os sintomas ainda, sendo que minha filha sempre foi saudável e após a vacina não é mais a mesma, pedi então que me desse uma laudo dizendo então que não era a vacina ela falou (não não mãe também não é bem assim não posso dar um laudo atestando que não é a vacina ) já fugindo do que tinha acabado de falar. Relatamos a secretaria da saúde de nosso município da capital e da secretaria de Brasília duas vezes comunicamos ANVISA. E até agora nada.
O que nós deixa indignado é que uma campanha deste tamanho não tem um canal para nós relatar algum efeito pós vacina e nem um acompanhamento nem apoio de secretarias .
Não somos de nenhum grupo contra vacina, não estamos questionando a eficácia mais sim os efeito colaterais pois estamos falando de uma vacina que esta em teste.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina é segura e recomendada pela Organização Mundial da Saúde. Quase cinco milhões de meninas em todo o Brasil já foram imunizadas contra o vírus HPV, que é o causador do câncer de colo de útero, o terceiro que mais leva mulheres à óbito no país.

Com informações da Rádio Vitória.

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp