Notícias de Caçador e Região

Jogador da Seleção na última Copa do Mundo, Daniel Alves é detido na Espanha

O jogador Daniel Alves foi detido, nesta sexta-feira (20), em Barcelona na Espanha, após comparecer – voluntariamente – a uma delegacia de polícia. De acordo com informações da AFP, fontes da polícia regional da Catalunha informaram que o atleta brasileiro deve responder por uma suposta agressão sexual.

O ex-atleta do Barcelona foi detido e transferido para os tribunais, para depor sobre a suposta agressão sexual contra uma mulher, que teria ocorrido no fim de dezembro, em uma boate de Barcelona. As informações foram repassadas por uma fonte da polícia.

Alves compareceu a delegacia de Les Corts, situada perto do estádio Camp Nou, para responder uma intimação da polícia.

Denúncia

A mulher denunciou o caso de agressão sexual à polícia em 2 de janeiro. Ela contou que sofreu toques indesejados do jogador, enquanto estava em uma boate em Barcelona. O caso teria ocorrido, segundo a imprensa local,  entre a noite de 30 de dezembro e a madrugada do dia 31.

O jogador brasileiro negou os fatos durante uma mensagem transmitida no canal Antena 3, em 5 de janeiro.  “Não a conheço, nunca a vi”, disse ele sobre a mulher. “Gostaria de negar tudo” – acrescentou o atleta, que confirmou que esteve na boate “se divertindo”, mas “sem invadir o espaço dos outros”.

Daniel Alves, que atuou pela Seleção Brasileira na Copa do Mundo que ocorreu em 2022 no Catar,  estava de férias na cidade, antes de voltar para o Pumas, do México.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.