Notícias de Caçador e Região

Internacional: Mãe ajuda a matar filha de 3 anos durante ritual de exorcismo em igreja

Líderes religiosos de San Jose, uma pequena cidade na Califórnia, localizada nos Estados Unidos, confirmaram ter feito uma cerimônia de exorcismo em uma menina de 3 anos. O caso ocorreu em setembro de 2021 e a garota morreu após o ritual. A informação só veio à tona recentemente.

De acordo com os religiosos, a cerimônia tinha como objetivo liberar a menina “de seus espíritos malignos”. Para eles, Arely Naomi Proctor morreu por causa “da vontade de Deus”, e não como consequência do exorcismo que realizaram.

“Se você ler a Bíblia, verá que Jesus expulsa demônios e torna os doentes saudáveis ​​novamente”, disse Rene Huezo, pastor da Igreja Apóstolos e Profetas e avô da vítima, segundo depoimento dado ao jornal “The Mercury News“.

“Não é quando eu quero fazer, é quando Deus, em sua vontade, quer curar a pessoa. O pregador é como um instrumento de Deus; o que fazemos é o que Deus diz”, proferiu. Ao The Mercury, ele diz que sentiu muita dor após a morte da neta.

“É difícil para as pessoas entenderem o que aconteceu, mas é coisa de Deus, e tudo está na vontade de Deus, não importa quão pequeno ou grande”, justificou. A mãe da menina, Claudia Hernandez, também participou do ritual que levou sua filha à morte.

A mulher teria negado comida à menina e, logo depois, apertou seu pescoço durante a sessão de exorcismo. Arely foi morta por asfixia, de acordo com o laudo do legista responsável pelo caso. Ela foi presa e responde por agressão a uma criança resultando em morte.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.