Notícias de Caçador e Região

Inquérito sobre caso do homem que morreu ao invadir casa, no Oeste, é enviado à Justiça

O homem que morreu ao invadir uma residência, no bairro Presidente  Medici, em Chapecó, segue sem identificação. O inquérito policial sobre o caso já foi concluído pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos e foi encaminhado ao Poder Judiciário. A morte do homem ocorreu no dia 9 de janeiro.

Conforme o delegado Elder Arruda Chaves, responsável pela investigação, a vítima da tentativa de roubo não será indiciada.

O delegado também informou que o homem não foi identificado até o momento e que nenhum familiar foi até o Instituto Médico Legal (IML) para reconhecer o corpo.

Morte

A causa da morte, segundo o delegado, foi decorrente de choque hemorrágico, devido à perda de sangue.

Relembre o caso

Na madrugada da quinta-feira, dia 09 de janeiro, no bairro Presidente Médici, em Chapecó, um homem morreu após tentar invadir uma residência.

O suspeito escalou a parede da casa, quebrou a janela do banheiro, por onde entrou na residência e se feriu. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e quando os socorristas chegaram ao local, o homem ainda estava vivo. Eles tentaram reanimar o suspeito por 45 minutos – que teve paradas cardiorrespiratórias devido a perda de sangue – mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Com informações Clic RDC 

Veja Também

Comentários estão fechados.