Notícias de Caçador e Região

Homem que matou a companheira com uma facada no peito em Caçador é condenado a pedido do MP

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve a condenação do homem que matou a companheira com uma facada no peito em outubro do ano passado, em Caçador. O Conselho de Sentença reconheceu o crime de homicídio qualificado (feminicídio no âmbito de violência doméstica e familiar) e o Juízo fixou a pena em 15 anos e nove meses de reclusão em regime inicial fechado.

Segundo testemunhas, o casal brigava com frequência por ciúmes. Naquele dia, um vizinho ouviu gritos, foi até a casa e encontrou a mulher desmaiada em um colchão, com marcas de sangue. Ele chamou o Corpo de Bombeiros e a vítima foi socorrida, mas chegou morta ao hospital.

A Polícia Militar foi acionada e localizou o réu perto de um rio, escondido em uma área de mata fechada, visivelmente embriagado. Ele tentou fugir mas acabou preso em flagrante, teve a prisão preventiva decretada na audiência de custódia e foi julgado 13 meses após o crime.

A Promotora de Justiça Luciana Leal Musa atuou no Tribunal do Júri. “Mais um autor de feminicídio é julgado e condenado, para alívio da sociedade de Caçador. Ele agiu de forma covarde, tirando a vida da própria companheira, e teve a resposta considerada justa e adequada pela comunidade”, conclui.

Veja Também

Comentários estão fechados.