Notícias de Caçador e Região

Homem é preso suspeito de ter provocado morte de família em São Domingos

Um homem de 31 anos foi preso na manhã desta sexta-feira, dia 14, em Ipuaçu (SC), suspeito de ter praticado o crime de homicídio contra uma família em São Domingos, no Oeste de Santa Catarina. A residência das vítimas foi completamente destruída pelas chamas.

O crime ocorreu no início da manhã do último sábado, dia 8, e ocasionou em quatro mortes. Os corpos das vítimas foram localizados dentro da residência completamente carbonizados.

A partir dos resultados dos laudos periciais do Instituto Médico Legal (IML) do Núcleo Regional de Perícias de São Lourenço do Oeste (SC) sobre duas das quatro mortes, a Polícia Civil passou a investigar o incêndio como criminoso, tendo sido instaurado inquérito policial com a finalidade de apurar o “quádruplo homicídio”.

Ainda nesta quinta-feira, dia 13, a Polícia Civil divulgou nota a imprensa, onde informa que laudo aponta ferimentos com arma branca como causa da morte do casal, em seguida, o suspeito teria ateado fogo na residência, provavelmente com o intuito de apagar qualquer indício que pudesse levar à descoberta da autoria de crime, diz a polícia.

Ainda conforme informações da Polícia Civil, os trabalhos investigativos possibilitaram a colheita de provas e no pedido de prisão temporária e outras medidas cautelares do contra o suspeito.

“A prisão do suspeito é medida imprescindível para as investigações policiais, no sentido de esclarecer os fatos, bem como garantir a escorreita colheita de provas no curso da investigação, com liberdade de manifestação e integridade física das testemunhas, evitando-se, ainda, o risco de fuga e ocultação de fontes de prova”, informa a Polícia Civil.

Por se tratar de crime hediondo (especialmente grave), a prisão temporária foi decretada pelo prazo de 30 dias, podendo ser prorrogada por igual período.

As investigações continuam a cargo da Divisão de Investigação Criminal de Fronteira (DIC-Fron) de São Lourenço do Oeste (SC).

Com informações Oeste Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.