Notícias de Caçador e Região

Homem é preso em SC por compartilhar pornografia infantil via app

Um homem foi preso em flagrante nesta quinta-feira (14) por armazenar arquivos com pornografia infantil, em Balneário Gaivota, no Sul de Santa Catarina. A prisão foi feita pela Polícia Federal em mais uma fase da operação contínua P2J (Pedo to jail).

Segundo a PF, ele é suspeito de utilizar um aplicativo para compartilhamento de arquivos com pornografia infantil. Se condenado, pode sofrer pena de até seis anos de reclusão.

Durante a operação, os policias também apreenderam equipamentos de informática, celulares e mídias de armazenamento. Os materiais serão submetidos a exames periciais.

P2J

A ação da PF cumpriu o mandado de busca e apreensão, expedido pela 1ª Vara Federal de Criciúma, com o objetivo de localizar equipamentos usados no armazenamento e compartilhamento de imagens de exploração sexual infanto-juvenil na cidade.

Crime

De acordo com Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a pena para o crime de compartilhamento de arquivos de pornografia infantil pode variar de três a seis anos de reclusão. Já em caso de posse, a pena é de um ano a quatro anos.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.