Notícias de Caçador e Região

Homem é condenado a mais de 22 anos por tentativa de feminicídio contra enteada  

Além da tentativa de feminicídio, o homem foi condenado ainda por lesão corporal contra outra enteada e também ameaça

Foi condenado a mais de 22 anos Marcelo dos Santos pelo crime de feminicídio contra a enteada de 11 anos. O crime ocorreu em setembro do ano passado, em Caçador. O crime só não foi concretizado porque uma guarnição da Polícia Militar atendia uma ocorrência próximo a casa da família e conseguiu intervir e prender Marcelo em flagrante.  

Além da tentativa de feminicídio, Marcelo foi condenado ainda a seis meses de prisão por lesão corporal contra outra enteada de 7 anos e ainda ameaça contra a companheira, mãe das vítimas. Em depoimento, o réu confessou as agressões, mas negou que tivesse a intenção de matar as vítimas.  

Marcelo foi julgado nesta sexta-feira, 26, no Fórum de Caçador. Ele foi indiciado pela tentativa de feminicídio contra as duas enteadas e ameaça. Porém, a acusação feita pela promotora Daniele Diamante, pediu a desclassificação de tentativa de feminicídio para lesão corporal da menina de 7 anos, uma vez que ela foi atingida por um copo de plástico no rosto que provocou um ferimento leve.  

da enteada de 11 anos, ela pediu a condenação do crime, tendo em vista que esta foi ferida com um golpe de facão.  

A defesa do réu, feita pela defensora pública Elaine Caroline Masnick, pedia a desclassificação dos crimes de tentativa de feminicídio, sendo uma acatada pelos jurados. Quanto a pena aplicada, a a defesa irá analisar a possibilidade de recurso.  

Esse foi o primeiro caso de feminicídio julgado em Caçador, dentro da lei criada em 2015 e alterada em 2018.  

 

Veja Também
Comentários
Loading...