Notícias de Caçador e Região

Homem agride namorada, mas morre ao ser esfaqueado pela cunhada

Um homem morreu esfaqueado pela cunhada em Brusque neste sábado (9). Conforme informações da Polícia Militar (PM), ele estaria agredindo a companheira quando a irmã, uma mulher de 41 anos, o matou a facadas.

O óbito foi constatado pelo Samu no local, uma casa do bairro Santa Luzia. O homem estava caído no chão com várias perfurações pelo corpo. Os vizinhos informaram à PM que a suposta autora das facadas havia fugido do local com o marido e o filho.

Os agentes realizaram buscas pela região e encontraram o carro onde ela estava a cerca de cinco quilômetros do local do crime. Segundo a polícia, a mulher foi detida com a família e teria assumido que golpeou o cunhado.

A mulher contou que o homem discutiu com a companheira, que é sua irmã, no sábado de manhã. Na ocasião, teria agredido a irmã e quebrado a porta da casa. À tarde, segundo a mulher, ele retornou sob efeito de drogas e teria ameaçado a companheira de morte.

De acordo com a polícia, o homem teria dito que voltaria para matá-la e, ao retornar, disse: “Quero ver homem pra defender ela”. A suspeita contou que, neste momento, foi até o interior de própria casa e pegou uma faca para defender a irmã, que já estava sendo agredida, e a si mesma. O filho e o esposo dela também tentaram separar a briga. Antes de ser golpeado, o homem tentou agredir a mulher com um capacete.

Segundo a polícia, o homem levou quatro facadas. Após a agressão, a mulher ligou para a PM e contou que havia golpeado o cunhado. No local, os policiais encontraram dois pedaços de pau e uma faca.

A Polícia Civil e o IGP foram acionados. O marido da autora das facadas foi atendido pelo Samu, pois tinha ferimentos na mão direita. Todos os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Brusque. Ainda não há informações se a mulher ficou presa.

Veja Também

Comentários estão fechados.