Notícias de Caçador e Região

Homem acusado de matar mulher na Ponte do Trabalhador é condenado a 4 anos de prisão  

Jucemar de Paula Pires foi julgado nesta sexta-feira

O acusado de matar Sueli Paz Mauricio, em fevereiro do ano passado, Jucemar de Paula Pires, foi condenado a 4 anos e 8 meses de prisão em regime inicial semiaberto. Ele foi submetido a júri popular nesta sexta-feira, 12, no Fórum da Comarca de Caçador. A pena era de 14 anos, porém houve a diminuição por conta de um laudo de insanidade mental.  

A sessão foi presidida pelo juiz Gilberto Killian dos Anjos. A acusação ficou a cargo da promotora Danielle Diamante. Já a defesa feita pela advogada Geneci dos Santos. O júri encerrou por volta das 18h.  

De acordo com a promotora, ela pediu a condenação na totalidade da denúncia, homicídio qualificado por motivo fútil. Ela também reconheceu o laudo de insanidade mental e pediu para os que os jurados levassem em conta.  

Já a defesa alegou que o crime não foi cometido pelo réu. Para ela, o seu cliente é inocente e foi condenado injustamente. “Eu tenho certeza que meu cliente é inocente. Não haviam provas concretas do crime e a confissão dele na fase policial não deveria ser levada em conta pelo fato dele não saber ler e nem escrever e não sabia o que estava assinando”, disse.  

Por maioria dos votos, os jurados reconheceram a autoria e decidiram pela condenação e reconheceram a insanidade. A condenação foi de 14 anos, porém o juiz reduziu a pena no máximo previsto em lei, que chegou a 4 anos e 8 meses.  

 

Veja Também
Comentários
Loading...