Notícias de Caçador e Região

Grupo que tentou furtar avião em Guaramirim iria para a Bolívia

Os quatro homens presos, neste domingo (22), por tentarem furtar um avião no aeródromo de Guaramirim, no Norte de Santa Catarina, tinham um destino certo.

A suspeita da Polícia Civil é de que o rumo do grupo fosse a Bolívia. Lá, o avião seria usado para tráfico de drogas.

Embora anteriormente tenha sido divulgada a participação de apenas três pessoas, de acordo com os policiais, o esquema contou com a atuação de cinco homens: dois brasileiros, um boliviano e um mexicano. O quinto participante conseguiu fugir.

As tarefas também eram bem definidas. Os dois estrangeiros, por exemplo, tinham licença para pilotar. Havia ainda um motorista de carro e um olheiro.

Movimentação estranha

De acordo com a PM (Polícia Militar), a tentativa de roubo, ocorrida na madrugada de domingo, foi frustrada por causa de problemas na bomba de abastecimento da aeronave.

Como não conseguiram colocar combustível no avião, os homens voltaram ao carro de onde chegaram e fugiram. Primeiramente, o veículo foi abandonado no interior da cidade.

“Os vizinhos estranharam o veículo e chamaram a PM”, informou o capitão Edison Jesus da Silva, da Polícia Militar de Guaramirim.

Paralelamente a isso, o dono do veículo, que mora no Rio Grande do Sul, descobriu, através do GPS do carro, que eles haviam saído do limite do Estado. Ele entrou em contato com a PM e começou a repassar aos agentes o rastreamento do veículo.

Os homens foram encontrados, durante a madrugada, em um hotel em Jaraguá do Sul. “A PM achou o pessoal hospedado com alguns equipamentos, inclusive rádio utilizado na aviação”, informou o delegado Diones de Freitas.

De acordo com a Polícia Civil, o contrato de aluguel do veículo previa apenas serviços de transporte de aplicativo. O ato de prisão em flagrante foi lavrado pelos policiais de Jaraguá do Sul.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.