Notícias de Caçador e Região

Governo libera servidores para acompanhar Bolsonaro em Miami por 1 mês

Cinco servidores foram autorizados a deixar as funções no Brasil para acompanhar o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante viagem a Miami, nos Estados Unidos, pelo período de um mês. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), nesta sexta-feira (30/12).

De acordo com o ato, os servidores farão a segurança e darão apoio ao futuro ex-presidente, entre 1º e 30 de janeiro de 2023. A medida foi assinada pelo secretário-executivo da Secretaria-geral da Presidência da República, Mario Fernandes.

“Resolve autorizar o afastamento do país dos servidores nomeados para compor o apoio a ex-presidentes da República da diretoria de gestão de pessoas da Secretaria Especial de Administração da Secretaria-Geral da Presidência da República, para realizar o assessoramento, a segurança e o apoio pessoal do futuro ex-presidente da República Jair Messias Bolsonaro, em agenda internacional a realizar-se em Miami/Estados Unidos da América, no perídio de 1º a 30 de janeiro de 2023”, diz a medida.

Bolsonaro deve viajar para Miami durante a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a quem não deve entregar a faixa presidencial.

Veja os funcionários que acompanharão Bolsonaro em viagem:

De 1º a 30 de janeiro de 2023:

SÉRGIO ROCHA CORDEIRO – assessor especial

MARCELO DA COSTA CÂMARA – assessor

De 1º a 15 de janeiro de 2023:

MAX GUILHERME MACHADO DE MOURA – assessor

OSMAR CRIVELATTI – assistente

RICARDO DIAS DOS SANTOS – assistente

De 28 a 30 de janeiro de 2023:

MAX GUILHERME MACHADO DE MOURA – assessor

OSMAR CRIVELATTI – assistente

RICARDO DIAS DOS SANTOS – assistente

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.