Notícias de Caçador e Região

Governo de Santa Catarina lança aplicativo para monitorar focos do mosquito da dengue

Na manha desta sexta-feira, 05, o governador Raimundo Colombo mobilizou Saúde, Defesa Civil, Segurança Pública e Educação para combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Na ocasião foi apresentado um aplicativo chamado “Dengue SC” onde a população vai poder ajudar a monitorar focos do mosquito. O app já pode ser baixado para versões Android e,  IOS em até três dias o aplicativo deve estar à disposição.

A população poderá informar sobre suspeita de focos da dengue em Santa Catarina através de um smartphones com acesso a internet. O cidadão deve fotografar o local e se identificar com nome, telefone e cidade para facilitar o contato das equipes que vão se deslocar até o ponto da denúncia.

Os dados serão encaminhados para a Sala de Situação do Estado, em Florianópolis, que será responsável por acionar a equipe local para verificação. De acordo com o secretário adjunto da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli o trabalho que esta em execução em Santa Catarina demonstra resultados, mas a participação de todos é fundamental. “Ainda há 50% dos imóveis sem acesso e há importância da população entender a importância de se abrir as portas para que as equipes possam verificar,” disse.

O sistema de fácil manuseio e rápida instalação foi desenvolvido pelo Ciasc. O presidente da instituição, Roberto Amaral lembrou que ao cadastrar algum dado, o sistema reconhece o local das imagens. “ Ele possui georeferenciamento, que facilita a localização pelas equipes que vão a campo,” enfatizou.

Além disso, o Ciasc desenvolveu um jogo para tablets e smartphones para que as crianças entendam o processo de controle do mosquito. Amaral destacou ainda que uma nova versão já está em desenvolvimento.

O governador, Colombo ressaltou que os números deste ano são menores graças ao trabalho desenvolvidos em 2015. No entanto reforçou o perigo que o mosquito oferece. “Estamos no ápice do problema e temos que estar atentos a proliferação do mosquito.

Forças armadas:

O Secretário Rodrigo Moratelli reforçou a participação das Forças Armadas no combate aos focos em Santa Catarina. Segundo Moratelli, Itajaí, Balneário Camboriú, Pinhalzinho.  Conforme Moratelli, Chapecó deve acionar também. “Em Florianópolis, 150 homens foram treinados, desses 120 estarão atuando em rodízio para detecção dos focos.” Garantiu.

Nos demais município, o contingente ainda não foi definido. O acionamento das Forças Armadas é feito pela Defesa Civil de Santa Catarina, via Ministério da Defesa. Entre os agentes federais envolvidos estão militares do Exército, Marinha e Força Aerea.

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.